Quem vai se mudar para estudar e está realizando o sonho da compra do primeiro imóvel pode sentir algumas dificuldades com relação a burocracia que envolve essa aquisição.

Se esse é o seu caso, não se preocupe! Nós temos dicas na compra do imóvel que poderão fazer a diferença para te ajudar a resolver tudo de forma mais rápida e organizada, então continue lendo para descobrir.

Preciso Pagar Corretagem?

Uma dúvida muito comum de quem está comprando o primeiro imóvel é sobre a necessidade de pagar a taxa do corretor que é na verdade um profissional contratado pela construtora para vender imóveis novos.

Fato é que a Segunda Seção do Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu que é válida a cláusula contratual que obriga o cliente a pagar a taxa de corretagem na aquisição da unidade com a construtora.

alugar imovel

Esta não é uma decisão favorável aos consumidores e acaba onerando a compra do imóvel, mas é preciso ficar atento: o consumidor só deve pagar essa taxa se ele for avisado previamente sobre a existência dela.

Esta era uma grande controvérsia que abalava as negociações entre corretores e clientes, tendo em vista principalmente que o prestador de serviço está contratado pela construtora para fechar negócio em nome da empresa.

No entanto, com a decisão do STF o consumidor passa a pagar mais pelo imóvel se ele for previamente informado sobre a necessidade de realizar esse pagamento para ter o serviço de venda.

A necessidade de informar o consumidor é crucial, como ressalta Amanda Sender que é advogada especialista em direito imobiliário “se a comissão de corretagem estiver claramente na publicidade e no contrato, o consumidor deverá pagá-la sem discussão”.

A advogada relata ainda que a prática de cobrar o preço do imóvel mais o valor da comissão do corretor não é legal, portanto, nesse tipo de situação o consumidor deve procurar exercer seus direitos e pagar somente o que é justo e o que foi publicado como preço do imóvel.

Ter esse conhecimento é importante para que como consumidor você não pague a mais pelo imóvel escolhido, afinal, o valor pago pela corretagem não é um investimento no seu imóvel, porque não refletirá no valor de venda da sua propriedade quando você precisar se desfazer da mesma.

Conheça Seu Orçamento

Outra dica importante é que escolher o primeiro imóvel que você vai comprar na vida é uma grande decisão, geralmente ela está associada ao sonho da independência e por muitas vezes o jovem ainda não possui a real noção dos custos envolvidos nessa transação.

Comprar um imóvel não é algo tão simples assim, além de escolher localização, se você deseja uma casa ou apartamento, é preciso adequar suas expectativas a realidade entendendo também as taxas que estão por trás dessa negociação.

Amanda Sender indica que antes de fechar negócio, é preciso investir na inspeção do imóvel para verificar se ele de fato está em boas condições ou apenas com boa aparência.


Geralmente não pensar nesse detalhe implica no custo adicional de reformar o imóvel, o que pode não caber no seu orçamento ou planos e acabar se tornando um grande problema.

mudar pra estudar aluguel

Custos dos cartórios e imposto de transmissão de bens imobiliários (ITBI), que são valores que variam conforme o município onde o imóvel está localizado também precisam ser considerados, evitando surpresas desagradáveis que impossibilitem a sua tão sonhada aquisição.

Tenha Paciência

Comprar um imóvel é uma grande decisão, principalmente quando você não conhece a região aonde você foi aprovado na faculdade.

Tem sido cada vez mais comum que os jovens se mudam para cidades que não conhecem, ocasionando até uma certa dificuldade de escolher o bairro ideal para comprar seu imóvel.

Por isso, recomendamos que você faça uma boa pesquisa a distância, tenha paciência e se for preciso, more na cidade por um curto período de tempo em um imóvel alugado, para que você saiba exatamente qual a melhor localização para estar ao comprar um apartamento ou casa que de fato será seu pelos próximos anos.

Esse cuidado e dedicação para escolher um local de fácil acesso e principalmente com boa segurança para que você possa morar irá te ajudar a escolher com sabedoria, afinal, este é um investimento a longo prazo.

E saber exatamente o que está fazendo te ajuda a não perder dinheiro, pelo contrário, adquirir um imóvel que irá se valorizar e que pode inclusive ser fonte de renda para você enquanto mora nele!

Observe as Oportunidades

Você de fato vai morar sozinho? Sua família irá te visitar com frequência? Já pensou em alugar um quarto para diminuir seus custos mensais ou até mesmo o valor do financiamento?

Ter uma casa própria é muito mais caro do que apenas o valor que será pago para adquirir seu apartamento ou sua casa, será preciso sustentar esse imóvel que além de todas as contas mensais irá requerer também manutenções periódicas como a pintura ou cortar a grama.

Observar isso pode te ajudar a abrir um leque de opções, como por exemplo: escolher um local próximo da faculdade e que seja atrativo para outros estudantes que queiram alugar apenas um quarto em seu imóvel.

Assim, você consegue uma renda extra para pagar seu financiamento ou se sustentar ao longo dos meses, sendo uma experiência interessante dividir sua casa com alguém e já formar uma amizade na cidade nova.

O ideal nessa situação é olhar para o imóvel com olhos de investidor, observando se a região onde você está visitando já é valorizada ou se o seu imóvel poderá valer muito mais daqui a alguns anos.

Além da oportunidade de fazer uma renda extra tendo um quarto a mais no imóvel que realmente ficaria sem uso, esse pensamento te ajuda a fazer uma escolha mais racional e que garante uma compra da qual você não terá arrependimentos a médio e longo prazo.

Esperamos que todos esses conhecimentos te ajudem a tomar a decisão correta e fazer a compra do seu imóvel de forma consciente e menos burocrática, evitando surpresas desagradáveis.