Aprenda tudo sobre o pronatec 2017, como funciona, o que é e muito mais! Conheça o pronatec cursos, quem pode fazer e todas as informações que deseja!

O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (PRONATEC) é uma aposta do Governo Federal para contribuir com a vida profissional dos brasileiros. A iniciativa amplia o número de vagas gratuitas para cursos de qualificação e cursos técnicos.

O Pronatec estimula o acesso ao ensino profissional. (Foto: Divulgação)

O Pronatec estimula o acesso ao ensino profissional. (Foto: Divulgação)

O Pronatec, em quatro anos de história, foi responsável por oferecer 8 milhões de vagas em todo o Brasil para cursos gratuitos. Em 2015, a oferta de educação profissional e tecnológica promete ser ainda maior. O Pronatec 2.0 vai abrir mais 12 milhões de vagas gratuitas em cursos técnicos. O propósito consiste em fazer o programa crescer e continuar mantendo a gratuidade.

Os brasileiros que se qualificam pelo Pronatec contam com várias vantagens. Os cursos profissionalizantes tem alta taxa de empregabilidade, possuem boa aceitação junto as empresas, garantem bom salário e representam um diferencial para  o currículo.

O que é o Pronatec 2017?

Estudantes de todo o Brasil podem participar do Pronatec. (Foto: Divulgação)

Estudantes de todo o Brasil podem participar do Pronatec. (Foto: Divulgação)

O Pronatec foi criado em 2011, durante na administração de Dilma Rousseff. O programa nasceu como uma ótima forma de expandir e democratizar o acesso à educação profissional e tecnológica, através de cursos presenciais e à distância.

Outros objetivos também fazem parte da história do Pronatec, como reformar e expandir as escolas profissionalizantes, ampliar as oportunidades educacionais dos trabalhadores brasileiros, favorecer o desenvolvimento das empresas e a geração de empregos e aumentar a quantidade de recursos pedagógicos.

O Pronatec atua em conjunto com outras iniciativas, com o propósito de ampliar as oportunidades educacionais em todo o Brasil. O programa envolve o Acordo de Gratuidade dos Serviços de Aprendizagem, a Rede e-Tec Brasil e muitas outras apostas. As instituições particulares que trabalham com ensino profissionalizante também podem participar do Pronatec, desde que façam o cadastro no site oficial do programa.

Muitas instituições particulares de ensino são executoras do Pronatec e reservam vagas gratuitas para cursos técnicos. Anhanguera, UNIP, Estácio de Sá, Cruzeiro do Sul e Unopar são apenas algumas universidades que executam o programa de estímulo à educação profissional e tecnológica.

Como funciona o Pronatec?

Os cursos preparam para as necessidades do mercado de trabalho. (Foto: Divulgação)

Os cursos preparam para as necessidades do mercado de trabalho. (Foto: Divulgação)

O programa funciona como um estímulo para as instituições de ensino profissionalizante, tanto públicas como particulares. As vagas gratuitas do Pronatec só são ofertadas graças às parcerias estabelecidas em todo o país, principalmente com Senai, Senar, Senac, Senat e a rede federal.

As pessoas que participam do Pronatec podem fazer um curso profissionalizante sem qualquer tipo de custo. Em alguns casos, o programa contribui com outros benefícios, como material didático, lanche e vale-transporte. O Pronatec trabalha com duas modalidades de educação profissional:

Cursos técnicos

O ensino técnico está se tornando cada vez mais procurado no país. De acordo com informações do Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial), o número de matrículas nos cursos de ensino médio integrado ao técnico cresceu 55% entre 2008 e 2013. O Pronatec, por sua vez, tem contribuído com a expansão dos cursos técnicos gratuitos.

Há vagas gratuitas para cursos técnicos. (Foto: Divulgação)

Há vagas gratuitas para cursos técnicos. (Foto: Divulgação)

O ensino técnico confere diploma profissional e aumenta as chances de se posicionar no mercado de trabalho. Ele é um canal favorável conseguir uma oportunidade de emprego e garante uma formação abrangente em uma determinada área técnica.


Há, basicamente, três formas de conseguir um diploma técnico. A primeira alternativa é o curso técnico integrado ao médio, no qual o aluno faz uma única matrícula e obtém competências tanto do ensino médio como também da educação profissional. A segunda forma de conquistar habilitação técnica é pelo método concomitante, no qual os cursos de ensino médio e técnico se completam, mas o aluno precisa efetuar duas matrículas. Por fim, a terceira e última alternativa é a forma subsequente, na qual o aluno só pode se matricular se já concluiu o ensino médio.

A carga horária de um curso técnico do Pronatec varia de 800h a 1200h. Ao longo desse período, os alunos adquirem conhecimentos teóricos e práticos, que podem estar relacionados a diferentes áreas profissionalizantes. O diploma técnico aumenta as chances de conseguir um emprego, já que as empresas estão cada vez mais interessadas em contratar colaboradores com habilidades especialmente direcionadas para o mundo do trabalho.

O catálogo nacional de cursos técnicos, que compõe o Pronatec, é composto por 220 opções, que estão classificadas em 13 eixos tecnológicos distintos. Há oportunidades nas áreas de Ambiente e Saúde, Controle e Processos Industriais, Desenvolvimento Educacional e Social, Gestão e Negócios, Informação e Comunicação, Infraestrutura, Militar, Produção Alimentícia, Produção Cultural e Design, Produção Industrial, Recursos Naturais, Segurança, Turismo, Hospitalidade e Lazer.

Entre os cursos técnicos gratuitos do Pronatec, vale destacar: Biotecnologia, Estética, Farmácia, Enfermagem, Massoterapia, Radiologia, Eletromecânica, Soldagem, Petroquímica, Logística, Segurança do Trabalho, Telecomunicações, Edificações, Informática, Qualidade, Alimentos, Agronegócio e Artes Visuais. Para conferir o catálogo completo, clique aqui.

A distribuição das vagas para cursos técnicos do Pronatec normalmente acontece duas vezes ao ano, através do Sisutec (Sistema de Seleção da Educação Profissional e Tecnológica). O sistema reúne milhares de vagas e adota o Enem como critério de classificação dos candidatos.

Cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC)

O Pronatec também oferece cursos profissionalizantes de curta duração. (Foto: Divulgação)

O Pronatec também oferece cursos profissionalizantes de curta duração. (Foto: Divulgação)

A modalidade de Formação Inicial e Continuada (FIC) oferece cursos de curta duração para qualificar os brasileiros. A ideia é envolver o aluno com o mundo do trabalho e desenvolver as principais potencialidades para atuar em uma determinada profissão.

Os cursos de qualificação do Pronatec representam uma ótima oportunidade para quem deseja aumentar as chances de emprego no mercado de trabalho. Eles também oferecem a possibilidade de aperfeiçoamento profissional em uma determinada área. Rápidos e focados na prática, os cursos FIC duram, em média, 160 horas.

Atualmente, o programa do Governo Federal oferece 644 opções de cursos gratuitos FIC, que valorizam 13 eixos tecnológicos diferentes. Há muitas opções para se qualificar, tais como: Açougueiro, Adestrador de cães, Auxiliar Administrativo, Agente de Limpeza e Conservação, Cabeleireiro, Costureiro, Cuidador de Idoso, Desenhista de Moda, Editor de Vídeo, Florista, Garçom, entre muitos outros. Para visualizar a lista completa de cursos, clique aqui.

Instituições públicas e privadas executam o Pronatec. (Foto: Divulgação)

Instituições públicas e privadas executam o Pronatec. (Foto: Divulgação)

Quem pode fazer Pronatec?

O Pronatec atende todos os brasileiros, mas, ao fazer a sua distribuição de vagas, ele dá preferência à população de baixa renda. Os beneficiários do programa normalmente são estudantes do 2º ou 3º ano do Ensino Médio da rede pública e possuem Cadastro Único. Os reincidentes no seguro-desemprego pela terceira vez em 10 anos também possuem preferência na distribuição de vagas.

Como fazer a inscrição?

A inscrição pode ser realizada pela internet. (Foto: Divulgação)

A inscrição pode ser realizada pela internet. (Foto: Divulgação)

Existem várias iniciativas que constituem o Pronatec, por isso não existe um período de inscrição unificado. Cada uma das instituições parceiras, inclusive, tem liberdade para adotar os seus próprios critérios e realizar a distribuição de vagas gratuitas.

No site oficial do programa, é possível encontrar uma página exclusiva para inscrição online. O candidato precisa efetuar uma pesquisa para encontrar o curso do seu interesse. O buscador do Pronatec funciona mediante ao preenchimento de informações, como estado, cidade, escolaridade e instituição (Rede Estadual, Rede Federal, Senac, Senar, Senai ou Senat).

Se houver cursos gratuitos com inscrições abertas em um determinado município, o sistema vai apresentar o nome do curso, o número de vagas e o prazo para fazer o cadastro. Basta clicar no botão “Inscreva-se” e confirmar a inscrição, informando CPF, data de nascimento, e-mail, telefone, entre outros dados. Caso o candidato seja aprovado, o Pronatec entrará em contato para oferecer maiores informações sobre a realização da matrícula.

Você ainda tem dúvidas sobre o Pronatec? Então entre em contato pelo telefone 0800 61 61 61.