Saiba tudo sobe o programa pep (Parcelamento Estudantil Privado) e veja como ele pode te ajudar a estudar e se qualificar, clique e confira!

Nós sabemos que o país anda em uma grave crise e que sem estudos, fica mais difícil ainda arrumar um bom emprego. Quem vive essa situação agora tem o auxílio do PEP para realizar esse desejo.Realizar um curso superior , ser um acadêmico, é o sonho de milhões de pessoas por todo o Brasil, mas nem todos possuem a condição financeira ideal para pagar as mensalidades. vamos ver como funciona o programa pep e como ele pode ajudar.

O que é o PEP?

O programa de Parcelamento Estudantil Privado foi lançado em 2015, por uma das maiores rede de ensino no mundo, e atualmente trabalha com seis faculdades parceiras. O sistema não possui nenhuma relação com o Governo Federal, e tem como objetivo facilitar o acesso à universidade por pessoas que não possuem recursos para pagar.

pep

Universidades Parceiras do programa

Por ser um sistema ainda novo, o PEP possui poucas parceiras, são elas: Anhanguera, Fama, Pitágoras, Unic, Uniderp e também Unime. As seis universidades estão presentes em grande parte do território Brasileiro, esse número de instituições deve aumentar nos próximos anos, assim como o número de bolsas oferecidas.

Quem pode participar do PEP?

Qualquer cidadão brasileiro pode conseguir uma bolsa de estudos através do PEP, mas para isso é fundamental estar matriculado em uma das instituições parceiras. Os alunos que já estão cursando, não conseguem esse benefício. Você que estuda em uma instituição que não é parceira, pode transferir a sua matrícula. No momento da inscrição você deve informar que deseja participar do PEP.


Documentos necessários para se inscrever no PEP

Embora não tenha relações com o Governo, os alunos podem utilizar a nota do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) em substituição ao vestibular. Quando for fazer o seu cadastro na faculdade, você deve dizer que deseja participar do programa, e após isso apresentar o CPF (Cadastro de Pessoa Física), o RG (Registro Geral), e ao menos um comprovante de residência (conta de água, luz, gás ou outra). Em seguida a documentação será analisada e você será chamado para assinar o contrato.

Parcelamento Estudantil Privado pep

 

Faça a faculdade e só pague depois

Você só começa a pagar o financiamento depois que já estiver formado, o PEP proporciona desconto de até 70% em suas mensalidades. Além de não se preocupar durante os estudos, o pagamento pode ser quitado ao longo do mesmo período de suas aulas. Mas atenção, mesmo com essa bolsa, você deve pagar 30% da mensalidade, e se atrasar esse pagamento poderá se complicar e ficar com o nome sujo. O site do PEP oferece um sistema que você pode calcular o valor a pagar por mês depois de formado.

Conclusão

Bom pessoal, espero que as dicas tenham sido úteis e que o pep te ajude a se qualificar e ir em frente na vida profissional

Até a próxima!