Os melhores programas de Intercâmbio no exterior


A comunicação é um período de intercâmbio cultural e de vivência em outro país, a maneira mais rápida e eficaz de aprimorar o inglês ou outras línguas.Um intercâmbio no exterior ajuda demais na sua formação.

Por exemplo: Ao estudar, morar e trabalhar na Irlanda ou em qualquer país do exterior, você expandirá seus conhecimentos e ganhará mais oportunidades. Confira nosso plano e aprenda tudo sobre câmbio: o que é, como se faz, como funciona, para onde ir, quanto custa (preço) etc.!

Participar de um programa de intercâmbio significa passar algum tempo fora de seu país de origem ou residência para aprender sobre outro lugar para fins profissionais, acadêmicos ou pessoais.

intercambio exterior 2

Para isso, diferentes tipos de planos de comunicação são fornecidos de acordo com o momento de vida de cada pessoa e os recursos disponíveis.

Sabemos que hoje estudar no exterior é o sonho de muitos jovens que querem seguir uma excelente carreira, hoje existem 4 tipos de intercâmbio.

Sendo eles:

  • Idiomas;

  • Acadêmico;

  • Profissional;

  • Ensino médio.

Passar por uma agência de intercâmbio pode ser uma boa escolha porque eles organizam viagens, listam as melhores escolas e universidades e preenchem a lacuna entre alunos e instituições.

Afinal, o que é Intercâmbio?

intercambio exterior

Há muito tempo, a ideia de desenvolver projetos de intercâmbio esteve relacionada com intercâmbios nacionais entre estudantes. Por exemplo: Um estudante brasileiro fará intercâmbio de universidades e residências com um estudante britânico para que ambas as partes possam adquirir novas experiências e aprendizados.

Hoje, o termo “comunicação” tem um significado mais amplo e significa ganhar experiência fora do Brasil, seja aprendendo outro idioma ou imergindo na cultura de outro país em um curso específico sem ter que interagir com quaisquer outros lugares de “troca” de estrangeiros.

Conheça os programas de Intercâmbio Acadêmico e profissionais

Na lista abaixo, explicamos todos os detalhes sobre os intercâmbios acadêmicos, ou seja, aqueles que acontecem entre universidades. Também falamos sobre intercâmbios profissionais para que os alunos tenham experiência de trabalho no estrangeiro.


Se você estiver procurando por comunicação no ensino médio ou intercâmbio de idiomas, consulte todas as informações aqui.

Intercâmbio e graduação fora do Brasil

Para fazer um curso de graduação fora do Brasil, você deve passar por um processo opcional denominado inscrição. Ao contrário do exame único de final do ensino médio, como o vestibular brasileiro, o aluno deve enviar um arquivo real para a universidade de sua escolha.

Por exemplo, testes de proficiência em língua estrangeira (como o TOEFL em inglês) e cartas de motivação são obrigatórios. A lista também inclui registros acadêmicos e ensaios de alunos sobre seus dados pessoais, os chamados ensaios.

A ideia é fornecer à instituição informações sobre quem é o aluno antes de permitir que ele participe do curso.

Para que essa universidade sobreviva fora do Brasil, existem opções de financiamento estudantil e bolsas de graduação. Por exemplo, países como a Alemanha oferecem até mesmo mensalidades gratuitas ou nominais para estudantes internacionais.

Portanto, para quem deseja passar um tempo no exterior, comparar destinos e sistemas de ensino é um bom começo. Depois de aprovados, os alunos podem enfrentar uma situação de graduação completamente diferente.

Nos Estados Unidos, todos os alunos de todos os cursos devem estudar algumas disciplinas básicas que duram aproximadamente 2 anos. Essas disciplinas são chamadas de “cursos básicos” e cobrem quase tudo que se vê no ensino médio, mas no nível universitário.

A vantagem desse modelo é que o aluno não precisa escolher o curso que fará imediatamente. Como todos vão experimentar essas disciplinas, é possível entrar na universidade, estudar os cursos “básicos” e depois escolher os cursos a serem estudados.

No entanto, isso não significa que também haja uma grade fechada para “escolher cursos”. Após a conclusão do ciclo básico, o aluno também tem liberdade de escolha dentro ou mesmo fora do curso de graduação.

Afinal, o que é um intercâmbio acadêmico?

Para muitos jovens, essa pode ser a primeira experiência de longo prazo fora de casa, e também é a ideia principal que vem à mente quando se pensa no que é intercâmbio.

Embora os momentos da vida permitam uma maior liberdade para ir e vir e fazer suas próprias escolhas, ainda é importante obter orientação e apoio no processo. Normalmente, os intercâmbios universitários duram seis meses.

Porém, para quem deseja se aprofundar em outra cultura, essa experiência pode durar um ano. Ambas as opções são muito positivas. Quase todas as universidades e / ou faculdades públicas ou privadas oferecem programas de intercâmbio para estudantes.

Basta procurar a comunicação e coordenação das instituições de ensino brasileiras e verificar quais parcerias e convênios já foram firmados com universidades estrangeiras.

Se as faculdades / universidades não oferecem esses cursos, ou se os alunos querem estudar por conta própria, existem outras possibilidades:

  • Programa de intercâmbio;

  • Troca independente, você negocia diretamente com a universidade;

  • Serviços de consultoria profissional para ajudá-lo a estabelecer intercâmbios internacionais;

  • Instituições profissionais de intercâmbio universitário.

Sugestões de novos artigos, deixe nos comentários