Veja do que se trata e como conseguir fazer as Atividades complementares da faculdade!

Há algumas décadas, os cursos universitários se preocupavam apenas a propiciar aos universitários uma formação mais tradicional, com a grade curricular toda pautada apenas no conteúdo dos livros. Ou seja, haviam poucas atividades práticas e muita teoria, o que dificultava bastante para os recém formados se inserirem no mercado de trabalho. Felizmente, o ensino das universidades tem sido reformulado, conciliando as atividades dentro e fora da sala de aula com o ensino tradicional dos cursos.

Essas atividades, aliás, tem ganhado tanta importância que as atividades complementares se tornaram parte da formação dos jovens universitários. Você sabe exatamente o que são essas atividades e como funciona? Confira abaixo algumas explicações que elaboramos para mostrar porque elas são tão importantes e como você pode se dedicar a alguma delas durante o seu curso.

O que são as atividades complementares?

atividades complementares faculdade

Os trabalhos complementares são atividades feitas em paralelo àqueles obrigatórios ao seu curso. Muito vastas, contemplam eventos que tem como objetivo ampliar a formação acadêmica do aluno.

Por exemplo, se encaixam entre as atividades complementares a participação em palestras, seminários e congressos com temas abordados em seu curso universitário, grupos de leitura e discussão e até mesmo outros eventos culturais, como shows, peças de teatro, idas a museus ou até mesmo a exibição de um filme.

Em outros casos, a participação em cursos de extensão, gratuitos ou privados e estágios, remunerados ou não remunerados, são considerados como atividades complementares para um determinado curso.

Algumas disciplinas consideram ainda como tais atividades a participação e elaboração de pesquisas, o acompanhamento (como ouvinte) de monografias e dissertações de teses e, ainda, a realização de trabalho voluntário.


Sou obrigado a fazer alguma atividade complementar em meu curso?

Sim. Embora sejam complementares, essas atividades são obrigatórias em praticamente todos os cursos universitários, conforme portaria estabelecida pelo Ministério da Educação (MEC).

No entanto, é importante que o universitário verifique junto à coordenação de seu curso se essa obrigatoriedade existe.

Isso porque, caso exista e o estudante não curse nenhuma atividade complementar, sua formação acadêmica pode ser prejudicada, já que obterá notas menores do que os demais colegas, que se dedicaram arduamente a realizar tais atividades complementares.

Como posso realizar atividades complementares?

atividades complementares

Para que o aluno possa realizar atividades complementares, é necessário conversar com a coordenação de seu curso. Isso porque algumas atividades internas, como pesquisas, projetos e monitorias, são definidas pela própria faculdade.

No caso de palestras, por exemplo, é preciso ficar atento aos critérios para a inscrição, como fila de espera ou dias e horários para informar o nome e entrar no local do evento.

Quem opta por trabalhos voluntários como atividade complementar precisa se certificar junto à instituição que organiza o serviço como é feita essa documentação e o que informar à faculdade para que o trabalho seja, de fato comprovado.

O mesmo vale para os estágios. Em geral, a comunicação é feita entre faculdade e empresa, mas o aluno é quem deve solicitar ao departamento de recursos humanos dessa corporação as certidões que precisa para comprovar seu período como funcionário e obter os créditos necessários para sua formação.

Já falamos aqui tambem sobre o educa mais brasil para quem está sem grana para estudar.

Gostaram das informações?

Sugestões e dicas podem deixar nos comentários!

 

Recomendados para você: