Você tem vontade de tirar a carteira nacional de habilitação, mas anda sem dinheiro? Então conheça tudo sobre o programa CNH Social. Essa iniciativa do SEST/SENAT ajuda milhares de brasileiros a aprender a dirigir e, até mesmo, trabalhar na área de transporte. Confira mais informações sobre o benefício.

Tirar a carteira nacional de habilitação é o sonho de muitas pessoas, só que nem sempre cabe no orçamento. As despesas com autoescola e Detran ultrapassam R$1.500,00, isso quando o aspirante a motorista não precisa pagar reprovações e aulas extras. Para facilitar a emissão da CNH, o Sest/Senat criou um programa de inclusão.

cnh-social-tudo-sobre-esse-beneficio-1

O projeto CNH Social não tem apenas o objetivo de formar novos condutores. Ele também sustenta o propósito de qualificar mão-de-obra para o mercado de trabalho e assim favorecer o desenvolvimento do setor de transporte. Muitos motoristas já se formaram através dessa iniciativa e conquistaram uma boa oportunidade de trabalho.

O que é a CNH Social?

O projeto “Primeira Habilitação para o Transporte – CNH Social” foi criado pelo Sest (Serviço Social do Transporte) em parceria com o Senat (Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte). O principal objetivo é conceder a carteira de categoria B aos jovens de baixa renda, ou seja, que não podem pagar as altas taxas cobradas pelas autoescolas.


Através do programa, o SEST/SENAT arca com os custos de todas as taxas para a emissão de carteira nacional de habilitação. Isso inclui exame de vista, exame psicotécnico, cursinho teórico, prova teórica, aulas práticas e exame prático. Em casos de reprovação, o projeto CNH Social não se responsabiliza pelo pagamento de novas tentativas.

Quem pode participar do programa?

Para tirar a CNH gratuita, é necessário se enquadrar nos pré-requisitos do programa. São eles:

– ter idade entre 18 e 27 anos;

– comprovar renda individual de até três salários mínimos federais (R$2.811,00);

– saber ler e escrever.

O projeto aceita a participação de pessoas já habilitadas na categoria “A” ou que não concluíram um processo de habilitação anterior.

Inscrições

cnh-social-tudo-sobre-esse-beneficio

Quem tem o interesse de tirar CNH de graça deve acessar o site www.sestsenat.org.br e preencher o formulário de inscrição online. Depois, o sistema informatizado de gestão do SEST/SENAT realizará uma seleção automática dos candidatos, considerando renda e idade como principais critérios.

Os candidatos inscritos e de acordo com os pré-requisitos do projeto CNH Social devem procurar uma das unidades operacionais do SEST/SENAT, dentro do prazo estipulado pelo edital. A validação das informações cadastradas é feita através da apresentação de documentos.

Caso não aconteça o preenchimento de todas as vagas, o programa CNH Social realiza um novo processo seletivo, a fim de preencher as oportunidades remanescentes. Os candidatos que apresentarem irregularidades na inscrição serão desclassificados.

E aí? O que você achou da CNH Social? Deixe um comentário. O edital do projeto para este ano ainda não foi publicado, mas em breve o Sest/Senat divulgará informações sobre o novo processo seletivo. Caso tenha restado alguma dúvida, entre em contato pelo telefone 0800 728 2891.